Um habitat para os animais

Ao contrário das plantas, das pedras e dos cristais, nós, da cidade, frequentemente consideramos os animais como indefinidamente perigosos. Isso é sem dúvida um pensamento abstrato proveniente de medos ancestrais e base para diversas fobias. Sejam elas de cobras, de aranhas ou de pássaros, raramente elas têm um fundo real. Em Altamira, assim como por toda a Serra, os animais são extremamente tímidos. Quem está acostumado com o trinado dos jardins alemães, vai se deliciar com tanto silêncio. No entanto, aquele que se der tempo para encontrar o próprio silêncio, vai se admirar com o murmurio das formigas cortando folhas, dos gafanhotos, dos besouros, das mariposas, e também do passeio errante das borboletas. Algumas de um azul tão intenso, que parecem concentrar os raios difusos que penetram a mata em um único feixe de luz, outras, alaranjadas, tomando seu banho de sol despreocupadas perto da casa, e ainda aquelas, em tons vermelhos, que com prazer se deixam fotografar. Mesmo em forma de lagartas as borbolets, chamadas pela escritora nicaraguense Gioconda Belli de „flores voadoras“, estão presentes em toda parte.

Somente à noite ouvimos,vindo do rio, o coaxar dos sapos, mas só quem está acostumado à olhar no escuro vai poder reconhecê-los. Muitas espécies que estão ameaçadas de extinção encontram seu últimos refúgio na Serra. São 170 espécies de abelhas uma variedade enorme de répteis e anfíbios, lagartos e cobras, dessas, no entanto, muito poucas podem vir a ser perigosas para o homem. Aves de rapina fazem seus ninhos nas encostas perto das cachoeiras, e às vezes pode ser de um beija-flor se perder em nossa sala de visita. Pode-se considerar como sortudo aquele que conseguir espiar o tímido Jupará (macaco-da-meia-noite) ou aquele que se deparar com algumas doninhas gigantes correndo pelo caminho. Os micos são menos tímidos e já se atrevem em vir pegar um pedaço de banana na mão. Alguns mamíferos mais raros como o tamanduá, o lobo-guará, a jaguatirica e também alguns primatas, em função da caça e da destruição de seus habitats, são só encontrados esporadicamente. Esperamos poder oferecer-lhes um novo lar.